Home / Notizie / Deputati PD estero: poste al Presidente Renzi le questioni degli italiani all’estero nella legge di stabilità 2016

Deputati PD estero: poste al Presidente Renzi le questioni degli italiani all’estero nella legge di stabilità 2016

Durante o encontro que o Presidente Matteo Renzi teve com os grupos do PD da Câmara e do Senado para esclarecer os objetivos estratégicos da lei de Estabilidade para o ano de 2016, escutar as avaliações dos parlamentares e dali obter indicações e sugestões de modificação, os temas dos italianos no exterior foram construtivamente colocados à atenção dos presentes e do Presidente do Conselho.

No quadro de uma grande parte da manobra que visa apoiar e consolidar a retomada e o alívio do peso fiscal sobre os cidadãos italianos, os Parlamentares do PD eleitos no exterior, com uma intervenção feita em  Assembleia em nome de todos, pela Deputada Laura Garavini, destacaram a inconsistência de medidas de redução dos recursos para os cursos de língua e cultura, para a atividade dos Patronatos e para o funcionamento dos órgãos de representação  em relação ao mesmo objetivo estratégico de fortalecer a presença da Itália no mundo.
Em particular, destacou-se a incoerência entre a justa medida de apoio à internacionalização de nosso sistema produtivo e do Made in Italy e a eventual redução para os cursos de língua e cultura, que são um dos veículos mais eficazes de projeção do Sistema país no mundo.

Ao final das intervenções, o Presidente do Conselho retornou a questão do financiamento dos cursos de língua e cultura italiana declarando apoiar a exigência de uma salvaguarda para eles. Por outro lado, o próprio Presidente Renzi, nos encontros que teve nos últimos meses com as nossas comunidades, por exemplo na Austrália e em  alguns países da América Latina, nunca escondeu sua convicção de que a língua e a cultura representam a ponte mais direta e segura entre a Itália e as nossas comunidades, em particular as novas gerações. Além disso, os fluxos de nova emigração aumentam a responsabilidade e o compromisso de oferecer nessa área um serviço difuso e qualificado.

O caminho das leis de Estabilidade, como se sabe, é sempre árduo e acidentado, principalmente  na não breve fase de recuperação financeira e de contenção das despesas públicas que estamos atravessando. Deve-se enfrentar exigências múltiplas e frequentemente urgentes com recursos limitados.

Todavia, as palavras do Presidente do Conselho são uma passagem de indiscutível importância e uma convocação a todos, tanto a nível político quanto administrativo,
em vista a uma lei de Estabilidade que saiba utilizar a leva de coesão de todos os italianos, na Itália e no exterior, para consolidar a retomada e projetar com autoridade a Itália no mundo.

No que nos diz respeito, em uma ótica de apoio da ação de reforma e de recuperação que está sendo executada pelo atual Governo, continuaremos a fazer ouvir, na Câmara e no Senado, a voz e as solicitações dos italianos no exterior durante todo o trâmite da lei de Estabilidade de 2016, sem restrições corporativas ou tons propagandísticos, mas com a convicção de que as soluções positivas pelas quais nos batemos sirvam primeiramente ao País.

Os Deputados do PD eleitos no exterior: Farina, Fedi, Garavini, La Marca, Porta, Tacconi