Home / Propostas

Propostas

PROPOSTA – XVII LEGISLATURA – 2013 / 2018

CIDADANIA: Exigir do governo a eliminação da absurda “fila da cidadania” através de soluções específicas e imediatas implementadas na rede consular italiana no Brasil.

REDE E SERVIÇOS CONSULARES: Requalificar a rede consular italiana, homogeneizando procedimentos e serviços, fortalecendo os consulados gerais, potencializando os consulados de Florianópolis (SC) e Vitória (ES) e valorizando ao máximo as agências consulares e a rede dos patronatos.

OUVIDORIA: Criar a figura de um ouvidor (Ombudsman) para receber críticas, reclamações e sugestões junto à administração pública italiana.

JOVENS: Promover o intercâmbio entre os jovens da Itália e do Brasil em todos os níveis: fortalecendo as bolsas de estudo, o recíproco reconhecimento dos títulos e incentivando o intercâmbio entre universidades italianas e brasileiras.

LÍNGUA E CULTURA: Apoiar a rápida aprovação da lei de reforma do setor, para fazer com que a difusão da língua e da cultura italiana no mundo (nas escolas, entre os jovens e no âmbito associativo) se torne o principal instrumento de fortalecimento estratégico.

EDUCAÇÃO: Aprovar a lei que introduz nas escolas italianas o estudo obrigatório das migrações e da presença italiana no mundo, para se ter uma completa valorização da grande oportunidade que representam para a Itália as nossas coletividades no exterior.

COOPERAÇÃO SÓCIO ECONÔMICA: Apoiar, inclusive através da Associação de Amizade Itália Brasil (www.italia-brasile.org) a cooperação social, política e econômica a todos os níveis entre os dois Países; promovendo de maneira particular a presença e a relação entre as pequenas e médias empresas italianas e brasileiras.

assinatura-Fabio-Porta

PROPOSTA – XVII LEGISLATURA – 2008 / 2013

ticado1[1] Garantir aos cidadãos italianos residentes no exterior serviços dignos e eficientes; eliminar a absurda “fila da cidadania” organizando uma força tarefa específica.

ticado1[1] Promover uma política voltada aos jovens, a segunda e terceira geração dos italianos, incentivando as bolsas de estudo e de trabalho na Itália, cursos de formação para descendentes, intercâmbio entre universidades  e estágios em empresas.

ticado1[1] Defender a lei que propõe a inclusão da Aposentadoria Social para todos os italianos idosos que vivem no exterior que se encontram em dificuldades econômicas e, também, um “seguro saúde” que garanta uma adequada assistência sanitária para os mais necessitados.

ticado1[1] Reativar e potencializar a presença italiana nos projetos de cooperação internacional e de desenvolvimento econômico e social.

ticado1[1] Estreitar as relações comerciais entre as pequenas e médias empresas locais e o mercado italiano, incentivando os contatos institucionais e defendendo a abertura do mercado italiano e europeu aos produtos brasileiros

ticado1[1] Valorizar a presença, a história e a cultura italiana na América Latina, dando o mérito adequado ao trabalho e às conquistas dos milhões de descendentes, em todos os campos, muitas vezes ignorados e desconhecidos na Itália e nas instituições italianas do exterior.

assinatura-Fabio-Porta